Sair

Laura Widal

Ética: assunto ainda é tabu

// 28/07/2016

Todos sabem que vivemos uma crise de valores, e que a corrupção está alastrada em diversas instituições públicas em nosso país. Recentemente vimos casos na iniciativa privada também, em empresas com processos estabelecidos de governança e auditoria. O que acontece? O que tenho visto é o tema ser tratado da seguinte forma por alguns líderes: Ética é pré-requisito para trabalhar aqui. Não faz sentido eu avaliar este tema, ou discuti-lo, pois se houvesse alguma dúvida o profissional não faria parte da equipe.

Pois bem. Não nos faltam evidências de que o tema não pode mais ser tratado desta forma. Em alguns casos há dúvidas sim. E não estamos falando em tratar as pessoas com desconfiança, e sim de garantir que tudo funciona 100%, 24 horas por dia, todos os dias. Esta é uma responsabilidade dos administradores e gestores.

Acredito em uma prática que já se comprovou ser de sucesso em muitas empresas: cultura de Segurança do Trabalho. Há várias empresas obcecadas por segurança, em que o tema é pauta de encontros e reunião da base da pirâmide ao topo todos os dias. Mesmo naquelas em que o índice de acidentes é zero há anos, o tema não sai de pauta.

Que tal adotarmos essa prática para a ética também? São conversas difíceis e o tema pode ser considerado chato? Na minha visão, ruim mesmo é estourar escândalos nas empresas sob nossa gestão. Os danos muitas vezes são irreparáveis para acionistas, funcionários e clientes.

Quando foi a última vez que você abordou esse tema com sua equipe?