Sair

Laura Widal

Qual é seu objetivo de vida?

// 15/06/2016




Todos os dias tomamos decisões em nossa vida.
Algumas bem simples, como que roupa vestir, que caminho fazer até o trabalho, ou onde almoçar.

Outras decisões são mais difíceis, geralmente aquelas que nos colocam duas ou mais alternativas excludentes em situações importantes para nós, como escolher entre uma oferta de trabalho nova para ganhar mais assumindo o risco da mudança, e deixar para trás empresa e pessoas que gostamos de trabalhar, ou então se devemos assistir ao ensaio de balé da filha que será aberto aos familiares no mesmo horário daquela reunião de diretoria...

No evento da semana passada, Dave Ulrich nos colocou 4 questões que precisamos responder sinceramente para nós mesmos, e que nos ajudarão a tomar as melhores decisões.

1. O que eu quero?

Parece simples, mas esta pergunta traz à tona o que há de mais profundo em nossa existência: qual é o meu propósito de vida? O que eu valorizo mais? Muita gente evita se fazer esta pergunta, pois tem medo que a resposta aponte para uma direção oposta à situação vivida atualmente. E uma vez conhecendo e refletindo profundamente sobre o que você quer, verá que não conseguirá ser feliz mais se não começar a convergir suas ações e vida para o que você realmente valoriza. Você irá descobrir quais são suas verdadeiras paixões e suas forças. Com esta resposta, você define o que é sucesso para você. Se você não responder esta pergunta, com certeza os outros definirão o que será o sucesso para você.

2. A quem eu sirvo? 

Ser líder é usar o seu trabalho para ajudar pessoas. Aqui é preciso refletir quem hoje se beneficia do resultado do seu trabalho. Consigo ver como meu trabalho ajuda os outros?

3. Como eu construo?

Se você trabalha em uma empresa, está tranquilo e crê que aquele lugar torna-se melhor a partir da sua contribuição? Você dá o seu melhor e faz as coisas da melhor forma? Você se orgulhará se seu filho ou neto trabalharem nessa empresa considerando o legado que você está construindo? Sua empresa só sobreviverá se tiver bons valores.

4. Onde eu estou?

Onde você está em sua jornada? Você é consistente com seus valores? Todos nós iremos falhar, mas precisamos estar alinhados com o que nos é caro e com quem somos.

A reflexão é sempre saudável e nos ajuda a responder dilemas e fazer escolhas pessoais e profissionais.